Eletrodo Delta

O Eletrodo de Estimulação Contínua Delta da Inomed avalia a integridade do nervo Laríngeo Recorrente e Vago constantemente no momento em que o cirurgião expõe estes nervos a um possível risco de lesão durante abordagens de retirada e dissecção de tumores .

Como a Eletromiografia Free-Running não possibilita uma visualização segura da função do nervo, o ideal é que a integridade das funções motores sejam analisadas com a estimulação contínua em observância do feedback de resposta dos valores de Amplitude (Mv.) e de latência (Ms.).

O software do C2 NerveMonitor Inomed possui um programa especial para a estimulação contínua com uma aplicação chamada TREND que monitora e acompanha a resposta inicial do nervo, alertando de forma instantânea quaisquer mínimas alterações do padrão inicial. Este alerta é mostrado na tela do monitor em conjunto com um alarme sonoro para imediata interrupção da abordagem que esta sendo realizada.

Com um design diferenciado e fabricado em silicone, o Eletro Delta é totalmente seguro e não oferece nenhum tipo de risco durante a inserção ou retirada do nervo.

Com certeza a estimulação contínua no intra-operatório agrega muita segurança ao procedimento sendo muito relevante para minimizar e evitar problemas no pós-operatório que podem ser transitórios ou definitivos como: rouquidão, alteração do tom de voz, insuficiência respiratória, hematoma, e edema cervical.

1) Para a implantação do Eletrodo Delta é necessária uma dissecção circunferencial do nervo vago ao longo de aproximadamente 15 – 20 mm. Dissecar o suporte sanguíneo arterial e venoso do nervo durante a preparação de seu curso deve ser evitado. Após a dissecção, o nervo vago é gentilmente levantado por meio de um loop do vaso.

2) O Eletrodo Delta pode então ser facilmente posicionado no nervo vago. O Delta fornece alta proteção contra deslocamentos, dessa forma, condições de estimulação continuamente estável são alcançadas.

3) Após o término da monitorização contínua do nervo vago, a retirada do Eletro do Delta é feita de maneira simples e segura. Fabricado em silicone o eletrodo não causa injúria por compressão e nem tração em sua retirada, mantendo a integridade e funcionalidade do nervo vago.

 

Principais aplicações

  • Tireoidectomias
  • Esvaziamento Cervical
  • Abordagens Cervicais Anterior
  • Procedimentos e abordagens que exponha o nervo vago e laríngeo recorrente a situação de risco de lesão

Características

  • Fabricado em silicone
  • Utilização em nervos de 2 a 4mm
  • Descartável

Diferenciais

  • Anatômico
  • Fácil inserção no nervo vago
  • Fácil retirada
  • Não pressiona o nervo